×

O que você procura?

O MetrôRio conta com um mundo de serviços e facilidades

ou
Filtre por uma ou mais facilidades nas Estações
  • Bicicletário
  • Acessibilidade
  • Linha do Cliente
  • Máquinas de ATM

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Cultura

Uma janela para o futuro

O projeto abrange as comunidades do entorno da Linha 2 do Metrô e tem como foco despertar o interesse de crianças e jovens para atividades artísticas e culturais, como oficinas de dança, música e capoeira.



Arte e Literatura

Em maio, os alunos da ONG Solar Meninos de Luz participaram de uma visita à galeria de arte da Biblioteca Estação Leitura. Lá eles tiveram a oportunidade de conhecer a exposição Vidas Secas. Após o passeio, puderam participar de uma oficina de xilogravura, que teve como tema a vida no sertão nordestino.



Menos cinza, mais arte

O Instituto EixoRio, núcleo de articulação urbana da Prefeitura, deu início ao que será a maior galeria de arte a céu aberto do mundo: o GaleRio. Até 2016, os muros que margeiam os 41,9 quilômetros da Linha 2 do Metrô serão tomados por painéis elaborados por mais de 130 grafiteiros. Bairros entre São Cristóvão e Pavuna ganharão pinturas urbanísticas e intervenções que darão outro visual à área.


A primeira fase do projeto, que contempla quatro estações - Del Castilho, Inhaúma, Colégio/Coelho Neto e Triagem –, tem previsão de término para o fim de abril. Em cada uma delas, uma referência do local serve de inspiração para os artistas.


O GaleRio é apoiado pela nossa empresa e começou dia 27/03, quando a cidade comemorou o Dia do Grafite.



Parcerias Culturais

Visando incentivar a democratização à cultura, o MetrôRio estabelece parcerias que possibilitam escolas e comunidades de conhecerem cinema, teatro, circo, entre outros eventos culturais. E ainda, garantimos a gratuidade no transporte para todo o grupo.

Uma parceria de sucesso é com o Projeto Bairro Educador, que já possibilitou mais de 5.600 pessoas terem acesso a eventos culturais da Cidade. Só para o Unicirco do Marcos Frota, já foram contempladas mais de 1.000 crianças.

O Projeto Bairro Educador faz parte do Programa Escolas do Amanhã da Secretaria Municipal de Educação. Tem como meta contribuir para a formação integral dos alunos de primeiro e segundo segmento da rede municipal de educação. Para isso, investe no fortalecimento da comunidade escolar, por meio de alianças e articulações com atores locais e regionais que possam contribuir para aprendizagem dos alunos. O Projeto promove e estimula as redes e processos de comunicação local, com o foco no aumento da participação de indivíduos e instituições nos processos educativos da comunidade escolar.



Uma Janela para o Futuro

O MetrôRio patrocinou o projeto Uma Janela para o Futuro, que promove oficinas de arte, fotografia, dança e percussão à crianças de comunidades carentes. O Projeto foi criado com a intenção de demonstrar às crianças e adolescentes que existem possibilidades e chances de escolhas através da arte, despertando talentos, motivando, trabalhando a auto-estima e fazendo sempre valer o “Dom de cada indivíduo” a fim de multiplicá-lo.

O projeto passou pelas comunidades de Colégio e Engenho da Rainha.



Uma Professora Muito Maluquinha

Patrocinado pelo MetrôRio, LAMSA, Instituto INVEPAR e incentivos da Lei do ISS, o filme Uma Professora Muito Maluquinha tem o roteiro de Ziraldo adaptado do livro homônimo do escritor, publicado em 1995. Além de Paola Oliveira, participam do filme: Chico Anísio, Suely Franco, Ricardo Pereira, Max Fercondini, entre outros atores.

A história gira em torno de uma professora que chega a uma escola do interior de Minas, com métodos diferentes de ensino, cativa a todos os alunos, mas incomoda as professoras tradicionais locais.

O projeto teve como contrapartida 17 exibições em comunidades e para filhos de colaboradores. Ao todo foram beneficiadas 750 pessoas.



Brasil de Tuhu - Concertos Interativos

O MetrôRio patrocina a 3ª edição do Projeto Brasil de Tuhu – Concertos Interativos.

O Quarteto Radamés Gnattali vêm realizando séries de concertos didáticos em escolas da rede pública de diferentes estados do país. Até 2010 foram 30 municípios beneficiados, localizadas nos estados do Acre, Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e Tocantins.

Os Concertos Interativos – Quarteto Radamés Gnattali se baseia no antológico ‘Guia Prático’ (1932), de Heitor Villa-Lobos, para selecionar e adaptar o repertório que será mostrado aos jovens dos ensinos fundamental e médio, com a intenção de estimular seu interesse e percepção musicais.

Explorando sua maior característica, a interação dos alunos com a apresentação, o projeto visa popularizar a música erudita.



Circuito Cine Curta leva cultura e cidadania a escolas públicas do Rio

Cinema e pedagogia entram em ação para educar e formar novas platéias. Pelo menos 20 mil estudantes da rede pública ganharam um reforço escolar divertido e importante para o seu desenvolvimento cultural: o projeto social Circuito Cine Curta. O Circuito Cine Curta oferece o que foi produzido de melhor em curtas metragens para escolas da rede pública localizadas em comunidades do Rio de Janeiro, contemplando alunos de 03 a 20 anos. São 20 filmes ganhadores de diversos prêmios, no Brasil e no exterior, que serão exibidos em 09 escolas, mostrando um pouco da história, da cultura e dos valores do Brasil com entretenimento, jogos e premiação.

São vários os destaques do projeto. A alta qualidade do material cinematográfico exibido é um deles. São filmes premiados nos maiores festivais, produzidos em sete estados brasileiros e abrangendo as regiões Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Essa variedade de linguagens e culturas diferentes, apresentadas em filmes de ficção, documentários e animações, oferece aos alunos das escolas uma oportunidade única de conhecer melhor o país onde vive, a sua gente e, até mesmo, conhecer melhor a si próprio.

O objetivo é utilizar o cinema como ferramenta pedagógica, fazendo com que os alunos tenham maior facilidade de assimilação de conhecimento e melhorando seu rendimento também nas disciplinas tradicionais.



Na Cola do Sapateado

Este projeto trata da montagem e temporada do espetáculo teatral “Na cola do Sapateado”. Uma obra para crianças e jovens cuja história é de sete alunas que usam o sapateado para aprenderem geografia.

O roteiro do espetáculo é costurado com números musicais de sapateado e canto, adaptados para passos de samba, frevo, xaxado, chorinho, bossa nova e candomblé. A atmosfera criada é de uma brilhante viagem pelo Brasil por meio dos ritmos nacionais.

Em 2011, foram beneficiadas mais de 1.500 pessoas das comunidades vizinhas ao MetrôRio.



Desenvolvimento através da arte

O Projeto Uma Janela para o Futuro, patrocinado pelo MetrôRio, promoveu nos meses de outubro e novembro oficinas de dança, música, artes visuais e fotografia em quatro comunidades vizinhas da Linha 2: Acari, Vicente de Carvalho, Engenheiro Rubens Paiva e do Jacarezinho. A iniciativa foi criada com o intuito de desenvolver a cidadania e aproximar crianças e adolescentes dos diversos tipos de arte. Até o momento, o projeto já beneficiou cerca de 200 crianças.



O MetrôRio leva arte à rede pública de ensino

A arte milenar do Teatro de Bonecos é uma das mais tradicionais diversões da humanidade. No Rio de Janeiro, ela ganha vida nas mãos de estudantes da rede pública, através do projeto social Oficina de Teatro de Bonecos e Animação. Com ele, 60 alunos da Escola Municipal Deputado Hilton Gama, localizada na região da Pavuna, têm a oportunidade de desenvolver a linguagem artística e conceitual, aprendendo diversas técnicas de construção e manipulação de bonecos. As aulas tiveram início em 27 de fevereiro e se estendem até o dia 27 de abril, data em que será apresentado, pelos alunos, o espetáculo final.



MetrôRio, Instituto Invepar e Oi Futuro levam cultura às comunidades carentes

Um convênio firmado entre MetrôRio o Instituto Invepar e o Oi Futuro promete dar acesso à espetáculos culturais para mais de 40 organizações e associações comunitárias localizadas no entorno da Linha 2 do Metrô Rio, abrangendo 16 bairros do Rio de Janeiro. Com a cessão de ingressos e bilhetes de metrô, estima-se atender mais de 2 mil crianças e jovens, que assistirão gratuitamente a espetáculos infantis nos espaços Oi Futuro do Flamengo e Ipanema, além de visitarem o Museu das Telecomunicações.

A parceria busca estimular a produção cultural e a formação de plateias. “A intenção é dar acesso ao teatro a crianças e pais que muitas vezes não têm a oportunidade de assistir a um espetáculo, com foco na formação de plateia para o teatro infantil e para as artes em geral”, afirma José Augusto da Gama Figueira, presidente do Oi Futuro.

“Dentre as áreas temáticas que o Instituto Invepar considera fundamentais para o desenvolvimento e a valorização dos territórios onde atua, estão a educação e a cultura. Portanto, a parceria com a Oi Futuro se alinha totalmente aos objetivos de promover a inclusão social e proporcionar amplo acesso à cultura”, afirma a diretora do Instituto Invepar, Claudia Jeunon.



Empreendedorismo no MetrôRio

No último dia 25/10, o MetrôRio convidou instituições sociais, lideranças comunitárias, artesãos e grupos produtivos para assistirem à palestra sobre empreendedorismo ministrada por Eduardo Moreira - autor do livro O Encantador da Montanha.

O evento fez parte do projeto “A vida é melhor com um livro” e contou ainda com a distribuição de exemplares do livro autografados pelo autor. Mais uma vez, o MetrôRio levou conhecimento para todos os convidados.